Desde que o código do FOAM foi disponibilizado sob licença GPL  (GNU General Public Licence) observou-se duas vertentes principais trabalhando no seu desenvolvimento. O desenvolvimento do OpenFOAM® realizado pela OpenCFD Ltd que atualmente integra a ESI Group  e o OpenFOAM-dev, inicialmente desenvolvido pela Wikki Ltd do Prof. Hrvoje Jasak,  que passou posteriomente a se chamar OpenFOAM-ext (ext – extensions) a partir do momento que seu desenvolvido ficou mais aberto e passou a aceitar contribuições de um grande conjunto de instituições e grupos de pesquisa, como universidades e laboratórios de pesquisa. Uma comunidade de usuários chamada de The OpenFOAM® extended project foi então criada com o intuito de unir esforços no desenvolvimento dessa versão.

Apesar do desenvolvimento dessas duas linhas serem independentes, observava-se sempre uma razoável compatibilidade entre as versões do software. Geralmente, o OpenFOAM-ext seguia o desenvolvimento feito pela OpenCFD e incorporava novas funcionalidades, como tratamento de físicas diferentes, métodos numéricos ou modelos específicos, etc. Contudo, recentemente as duas versões chegaram a um ponto de bifurcação (fork) e o antigo OpenFOAM-ext passou a se chamar foam-extended. Espera-se que agora o foam-extended não siga mais tendo como base o OpenFOAM® e as duas versões se diferenciem cada vez mais com o passar do tempo. tendo isso em vista, vem a pergunta: Qual versão devo usar? Bem, a partir de agora o ideal é ter ambas disponíveis, tendo em vista que existirá muita coisa que só será encontrado em uma das versões.

Como exemplo, pode-se citar a vasta modelagem para tratamento estrutural e acoplamento fluido-estrutura que somente é encontrada no foam-extended. Outra funcionalidade que somente está disponível na versão foam-extented é um solver e a modelagem para escoamentos de fluidos viscoelásticos. Por outro lado, a versão OpenFOAM® possui um maior desenvolvimento de solvers no que se refere a físicas envolvendo escoamento multifásico,  está com o código mais desenvolvido na área de termodinâmica, com uma grande opção de equações de estado, inclusive cúbicas, e  percebe-se também um comprometimento na área de modelos de turbulência e funções de parede. Essas diferenças citadas são somente algumas das muitas existentes entre os dois códigos.

A última versão do código OpenFOAM® (OpenFOAM-2.3.x) obtida diretamente do repositório GIT pode ser baixada nesse link. O procedimento dado neste mesmo link costuma ser suficiente para proceder com a compilação do código. Já a última versão do foam-extended (foam-extended-3.1) pode ser obtida no repositório dado neste link e sua compilação, para diferentes plataformas Linux, pode ser encontada aqui. Não deixe de comentar!

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Share on TumblrPin on PinterestDigg this

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*